4 de jun de 2016

Resenha: Meu Coração e Outros Buracos Negros - Jasmine Warga

 Helloo, people... tudo numa nice? (em ASL)

Como eu disse no post anterior, vou tentar trazer a resenha de quase todos os livros que li em Maio – que considero relevante. E hoje nós vamos conferir um pouco das minhas impressões sobre Meu coração e outros buracos negros.
Título: Meu Coração e Outros Buracos Negros | Autor:Jasmine Warga | Ano: 2016
Páginas: 312 | Editora: Rocco Jovens Leitores | Lido em: Maio de 2016
Um tema amargo, mas necessário. Em Meu coração e outros buracos negros, a estreante Jasmine Warga apresenta aos leitores um romance adolescente que aborda, de forma aberta, honesta e emocionante, o suicídio.
    
Talvez todos nós tenhamos escuridão dentro de nós e alguns de nós são melhores em lidar com isso do que outros.  
    Depois que o pai de Aysel foi preso por cometer algo terrível à sociedade, as pessoas da cidade pequena passaram a olhar para Aysel com outros olhos, ficam desconfortáveis na presença da menina e nunca querem que ela participe de eventos da comunidade. Além dos problemas com os colegas da escola, Aysel também enfrenta problemas com sua família que se desestruturou já que ela teve que morar com a mãe depois que o pai foi preso. Ela teve que se adaptar a nova casa e família e aos irmãos. Aysel tem um medo terrível que a impulsiona a ideia de cometer suicídio.

    Roman é um garoto taciturno de dezesseis que esconde um segredo triste. Ele era mais ativo na escola em que estudava, conhecido por ser um astro no esporte, tinha uma namorada, uma vida boa até que um evento mudou tudo em sua vida e desde então ele tem se martirizado. A culpa o consome tanto que Roman decidi que a vida dos seus pais seria melhor sem ele. Sem ter que olhar nos olhos do culpado.

     Em busca de um cúmplice que ajude a planejar a própria morte, Aysel encontra Roman num site de suicídio. Eles decidem se encontrar para estabelecerem os termos e planejarem o dia. E assim começa a jornada de Aysel e Roman pela morte.
Sou como uma granada feita de cerâmica: sólida, densa e fria, mas ainda assim frágil.
    Eu acho que uma parte da sinopse já entrega alguma coisa da estória, até mesmo o subtítulo, por isso resolvi deixar uma parte de fora.

    Confesso que quando vi o tema do livro e a capa, eu já estava ansiosa para conferi-lo, gosto de obras que abordem temas sérios e tragam ma moral, que fale de sentimentos conflitantes e de uma realidade triste que perscruta a vida dos adolescentes de qualquer parte do mundo. Eu tinha expectativas muito altas para o livro, mas ele não entregou tudo o que eu queria, foi bom, mas não tanto assim.

   Quer dizer, o processo catártico não foi tudo que eu esperava. Acho que ela poderia ter abordado com mais propriedade certos temas, ter aprofundado. De qualquer maneira, o livro não foi ruim, talvez eu não tenha lido no momento correto e não causou tudo que eu procurava.

    A obra de Warga é muito bem escrita, a estória é envolvente e você fica torcendo desde o início para que Aysel e Roman mudem de ideia sobre o que eles querem quando os conhece de verdade. Eu li Por Lugares Incríveis e Eu Estive Aqui, então isso pode ter atrapalhado nas minhas expectativas, por que, apesar de o livro ser denso e intenso e bonito, tratar de um tema pesado, eu esperava algo mais em Meu coração e outros buracos negros devido ao tema recorrente, estava esperando  algo tão perturbador quanto os fóruns de suicídio que aparecem no livro da Gayle. Mas o foco desse livro é diferente.

    Há muitas passagens interessantes que fazem você ficar boquiaberto com o pensamento da personagem. Outra que chamou a minha atenção é um pouco da abordagem da cultura turca que nunca vi apresentada nos livros que já conferi. Bastante interessante. A obra de Jasmine traz um tema importante: depressão não é brincadeira.
Qualquer um que já esteve triste de verdade pode dizer que não há nada de bonito, literário ou misterioso na depressão. Depressão é como um peso de que não se pode escapar. Ele esmaga você, faz até as menores coisas, tipo amarrar os tênis ou mastigar uma torrada, parecerem uma corrida de trinta quilômetros montanha acima. A depressão faz parte de você, está nos ossos e no sangue. 

É isso, people. Alguém já leu esse livro?! O que acharam?
Beijin...
*Créditos da Imagem: O Espaço Entre
Share with the world:

7 comentários:

  1. Oi, Alana!
    Eu quero muito ler esse livro por conta desse tema principal.
    Realmente tem alguns autores que não conseguem desenvolver direito alguns temas nas suas histórias.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  2. Oii Alana

    Já ouvi falar muita coisa boa deste livro e quero conferir logo pois a sinopse me chama muito a atenção. O tema que a obra aborda alémd e ser forte é bastante original, conheço poucos livros que tratem do tema.

    Beijos

    naprateleiradealice.blogspot.com.ar

    ResponderExcluir
  3. Oie,
    achei o titulo divertido, mas detestei a capa.
    Achei interessante a sua resenha. O livro parece ser um pouco tenso e pesado, mas a história parece ser boa.
    Vai para a lista de desejados

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá! Eu não sou muito chegada a livros que tratam desse tema, prefiro coisas mais leves e despreocupadas e que mesmo assim dão uma lição de vida mas gostei da maneira que a autora faz duas pessoas se cruzarem por terem o mesmo objetivo. Parece ser um livro muito legal e não tão profundo ao ponto de me fazer correr dele para não ler.
    Abraço.
    Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  5. Oi, Alana, tudo bem?
    Menina esse livro está no topo do topo dos meus desejos, e a sua é a primeira resenha que decido ler sobre ele.
    E agora estou tipo assim, preciso muito ler esse livro.
    Beijo

    Te Conto Poesia ♥

    ResponderExcluir
  6. Olá, Alana.
    Eu não conhecia esse livro ainda. Achei ele uma junção da premissa do seu livro com Por lugares incríveis hehe. É um livro que eu leria por ter me interessado pelo assunto, mas como no momento estou na correria, vou deixar anotado aqui.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  7. Oi
    eu lembro que você falou dele aqui, a história parece ser legal e eu até fiquei curiosa em ler, pena que nõa atingiu as suas expectativas, mas pelo menos curtiu.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

 
Designed by Beautifully Chaotic