9 de junho de 2016

6 on 6: Junho - Natureza

   Então, pessoas. Todo dia 6 é dia de fazer post de 6 on 6, mas essa semana está muita corrida e eu tive vários contratempos. Segunda participei de uma roda de escritores e fiquei a tarde toda fora e não consegui fazer nada, quando cheguei, à noite, já tinha me esquecido do post. Eu ainda estou nessa fase de ficar querendo ler mais do que fazer resenha: voltei para casa, morta de cansaço, deitei na cama, dormi, acordei, depois fui ler e dormir na madrugada - vida de vagal de férias ahaha.

    E terça feira faltou energia a tarde e quando voltou eu fui assistir vôlei e acabei esquecendo também. E ontem eu precisei sair novamente para ajudar a fazer a decoração do Charraiá (porque foi esse nome que deram pois vai ser um chá de bebê e arraiá) da minha tia que será no domingo então já deu para perceber a minha inconstância aqui.

   Mas a partir da próxima semana vou tentar ser mais consistente nos posts e resenhas. Se liguem na frase que usei: vou tentar. Porque sei bem como sou desobediente comigo mesma, sobretudo com tanta coisa que venho fazendo para divulgar meu livro.
    Então, gente, esse mês nós decidimos tratar sobre dia Internacional do Meio Ambiente. Um tópico bastante plausível que eu gosto bastante. Quem já leu as minhas publicações, principalmente Flor de Cerejeira, já percebeu o quanto eu gosto da natureza, ficar parada olhando as árvores, arbustos, o céu, deitada num lençol  na grama... e por aí vai.

No domingo foi aniversário do meu avô então nós fomos para o sítio e eu decidi tirar quase todas as fotos lá, apesar de eu ter outras. Eu não coloquei efeito algum dessa vez por causa da preguiça alheia.



     Acho que meu tio achou que eu estava dando uma de tabaroa porque ficou tirando foto de mim enquanto eu fotografava só para ficar de onda.


Aqui foi em Jacobina, e, é claro que eu não tive e não tenho coragem de subir aí de maneira alguma.

Eu tenho medo terrível de altura e nem sei como consegui subir nesse mirante e ficar bem e viva. Mas com certeza eu estava tremendo aí ahaha.


Enfim, é isso people.
Confiram os posts dos outros blogs participantes!
Beijin..

3 comentários:

  1. Oi, Alana!
    Amei suas fotos.
    Eu também morro de medo de altura. Só de pensar em despencar de algo alto, me agonia a alma.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  2. Em alguns momentos tenho a vontade de voltar a morar no interior, a tranquilidade, paisagens maravilhosas... Mas em contraponto amo o movimento de uma metrópole, aí fica difícil decidir né? kkk. Lindas fotos, beijos.

    Preguiça Literária

    ResponderExcluir