29 de ago de 2017

Wishlist (razoável) para esse Ano #1

     Então, folks... Hoje vamos de desejos literários.
 Já faz muito tempo que não faço um post desse, e acredito que o motivo se dá pelo fato de que durante esse ano tenho me sentido menos afoita para ter todos os livros ever como eu era antes.

Isso talvez seja uma coisa boa, pois evito gastar muito dinheiro. Tem livro aqui na minha estante que comprei em 2015 e ainda não li. Shame on me! De qualquer forma eu sempre vou ter uma lista de livros que realmente quero ler como esta que fiz para o segundo semestre. Vou ser razoável e realista tendo em vista a quantidade de obras que tenho que ler e resenhar. Confiram:

O mundo de Gwendolyn Bloom vira de cabeça para baixo quando seu pai desaparece durante uma viagem de trabalho. Ela logo descobre que ele não é o homem que, por dezessete anos, achou que fosse — e essa é só a primeira de muitas revelações que Gwendolyn terá pela frente. Sem poder contar com a ajuda de mais ninguém para encontrá-lo, a garota parte em uma jornada tão perigosa quanto alucinante, seguindo os rastros do pai pela Europa. Porém, para se infiltrar — e sobreviver — em um novo mundo cheio de maldade e perversão, ela precisará deixar toda a sua vida para trás, assumir uma nova identidade e se tornar alguém tão cruel quanto seus piores inimigos.



Com sua língua afiada e seu temperamento rebelde, Sage Fowler está longe de ser considerada uma dama — e não dá a mínima para isso. Depois de ser julgada inapta para o casamento, Sage acaba se tornando aprendiz de casamenteira e logo recebe uma tarefa importante: acompanhar a comitiva de jovens damas da nobreza a caminho do Concordium, um evento na capital do reino, onde uniões entre grandes famílias são firmadas. Para formar bons pares, Sage anota em um livro tudo o que consegue descobrir sobre as garotas e seus pretendentes — inclusive os oficiais de alta patente encarregados de proteger o grupo durante essa longa jornada. Conforme a escolta militar percebe uma conspiração se formando, Sage é recrutada por um belo soldado para conseguir informações. Quanto mais descobre em sua espionagem, mais ela se envolve numa teia de disfarces, intrigas e identidades secretas. E, com o destino do reino em jogo, a última coisa que esperava era viver um romance de tirar o fôlego.
Lada Dragwlya e o irmão mais novo, Radu, foram arrancados de seu lar em Valáquia e abandonados pelo pai – o famigerado Vlad Dracul – para crescer na corte otomana. Desde então, Lada aprendeu que a chave para a sobrevivência é não seguir as regras. E, com uma espada invisível ameaçando os irmãos a cada passo, eles são obrigados a agir como peças de um jogo: a mesma linhagem que os torna nobres também os torna alvo.
Lada despreza os otomanos. Em silêncio, planeja o retorno a Valáquia para reclamar aquilo que é seu. Radu, por outro lado, quer apenas se sentir seguro, seja onde for. E quando eles conhecem Mehmed, o audacioso e solitário filho do sultão, Radu acredita ter encontrado uma amizade verdadeira – e Lada vislumbra alguém que, por fim, parece merecedor de sua devoção.
Mas Mehmed é herdeiro do mesmo império contra o qual Lada jurou vingança – e que Radu tomou como lar. Juntos, Lada, Radu e Mehmed formam um tóxico e inebriante triângulo que tensiona ao limite os laços do amor e da lealdade.
Sombrio e devastador, este é o primeiro livro da mais nova série de Kiersten White. Cabeças vão rolar, corpos serão empalados… e corações serão partidos.

Então, esses são os títulos que quero ler ainda esse ano, folks. Quero ressaltar que essa sinopse de O Beijo Traiçoeiro tá muito fubá comparada a sinopse original do livro; essa alude demais a romance o que não curto. Mas enfim, foi escolha da editora. Talvez o romance atraia mais leitores aqui no Brasil do que em USA. Como é uma fantasia, quero ler - como sempre.
Quais são os wishes de vocês?
XO XO
Share with the world:

4 comentários:

  1. Respostas
    1. Ah, Lu! Eu ia ler Filha das Trevas em inglês, mas quando vi que teria o exemplar em português aqui decidi esperar para ter o gostinho de apreciar na nossa língua. *-*

      Excluir
  2. Olá, Alana.
    Não é só a sinopse de O Beijo Traiçoeiro, a capa também está bem romantizada hehe. Ainda não li nenhum desses, mas me interesso pelos três. Mas esse ano estou assim como você, comprando só o que eu quero muito ler hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo aahahaha. Estou tentando ser mais seletiva nas minhas leituras e isso inclui ler muita fantasia ahaha. :)

      Excluir

 
Designed by Beautifully Chaotic