3 de nov de 2015

Primeiras Impressões | Lexus: O Despertar da Escuridão - Paulo Henrique Bragança

SINOPSE: LEXUS – A cidade de Campos Elíseos parece o paraíso na terra; escolas de qualidade, sistema de saúde exemplar. Um verdadeiro símbolo de prosperidade. Bianca, uma adolescente de 17 anos vive lá com sua família. Seus pais trabalham no Laboratório Lexus, principal responsável pelo desenvolvimento da cidade. Certo dia, os pais de Bia precisam viajar a negócios. Influenciada pelas amigas, Bia resolve dar uma grande feste, mas algo muito mais assombroso acontece naquela noite; a cidade sofre um atentado terrorista. Criaturas começam a surgir das sombras e o terror se espalha pela cidade. Conseguira Bia sair daquele inferno e salvar as pessoas que ama? E seus pais, o que acontecera com eles?
Uma história de zumbis que arremete aos grandes clássicos do cinema e dos
videogames.

     Helloo, people...   Ontem voltei de um retiro e estava entrando nos blogs como sempre faço quando fico muito tempo longe da internet e encontrei bastante novidade. Bem, ontem encontrei as primeiras impressões do livro Lexus num determinado blog e fui procurar saber mais; logo descobri que o autor abrira espaço para leitores que quisessem conferir um pouco de sua obra. Vocês já devem saber que eu gosto de gostar de nacionais. Quando me deparo com resenhas de livros nacionais de qualidade na blogosfera, me empolgo e muitos blogueiros já conhecem essa minha frase característica.
Vamos conhecer um pouquinho dessa obra!

   Hoje de manhã o Paulo entrou em contato comigo depois de eu ter mandado um e-mail e ele enviou os dois primeiros capítulos de seu livro: Lexus – O despertar da Escuridão. Acreditei que não teria muita coisa para falar do livro visto que só dezessete páginas é pouco, ainda assim queria conferir porque gosto de divulgar autores nacionais e ajuda-los no que estiver ao meu alcance. Mas, como sempre, eu falo muito!!
Vamos conhecer um pouco da obra!!
   A cidade de Campos Elíseos aparentemente é o paraíso na terra como todos consideram. É a idealização, lugar mais desenvolvido do que as cidades vizinhas, nela o laboratório Lexus está instalado. Bia vive com seus pais e irmão, eles tem uma aparente boa convivência apesar das encrenquinhas. Certo dia os pais de Bia serão chamados para viajar para a Capital, e a garota decidi dar uma festa no final de semana, induzida por suas amigas. Mas algo assombroso logo irá acontecer... Bem, não dá para falar muito porque só tenho conteúdo até aqui, mas dá para saber pela sinopse que algo de errado vai acontecer e não tem a ver muito com a festa, acredito que seja algo maior que a própria Bia. Mas isso já sou eu especulando como sempre faço quando leio e não cheguei ao final ainda para ter a conclusão do autor.


— Bem, segundo a mitologia grega, os Campos Elíseos representavam o lugar de destino dos bem-aventurados. Era onde os heróis encontravam seu descanso eterno. Em outras palavras, era o paraíso. Assim, acredito que nossa cidade foi batizada com este nome por ser um lugar mais desenvolvido em comparação com as cidades vizinhas. Talvez, para os idealizadores da cidade, ela fosse como um paraíso na Terra.

   Eu realmente gostei de saber o porque se chama Campos Elíseos. Esse foi um dos trechos que mais gostei.
    Então vamos ao que eu achei até aqui:
   Primeiro preciso dizer que gostei bastante da escrita do Paulo. Já encontrei alguns livros de autores brasileiros por aí que publicam em editoras grandes e que tem uma escrita fraca, e em consequência a leitura é enfadonha. Não é o caso do autor. Não encontrei erros e a escrita foi fluída. A personagem principal é uma garota e o Paulo soube bem dar as nuances de uma garota de dezessete anos que está na escola. Observei algumas coisas, preciso dizer que sou meio anormal e vou explicar por que: quando estou lendo fico imaginando o que o autor pensou ao escrever certas coisas e fiquei imaginando o Paulo escrevendo, mesmo sem conhecê-lo. As caretas, o encarquilhar da feição, a tensão, porque eu faço um monte de careta quando estou escrevendo, e quando tem uma cena de ação meus dedos ficam nervosos e digitam sem parar conforme as coisas acontecem... Tenho problemas ahaha. Mas é porque quando escrevo fico imaginando se o leitor vai perceber algumas coisas sutis que deixo nas entrelinhas. Fiquei imaginando se o Paulo fazia as mesmas bizarrices de autor!!
    Bem, voltando ao livro. Mesmo com somente dois capítulos já consegui perceber situações interessantes e a riqueza do texto criado. Já saquei algumas coisas da Lexus e achei genial, não tenho certeza se é o que penso, mas eu realmente gostei do que imaginei de acordo com o que li.
O livro arremete para um algo que gosto de ver sendo abordado: zumbis. Eu amo TWD, people!! E eu fiquei curiosa para saber como seria desenvolvido essa obra. Acho que a graça da escrita é quando o autor solta alguns indícios bem sutis de uma determinada coisa e o leitor saca. Eu pelo menos gosto. É tipo como quando estudamos poesias ou obra de algum autor cânone e descobrimos o porquê de certas coisas, analisando bem a obra. Acho que porque só tem poucas páginas que consegui perceber com mais clareza pelo simples motivo de querer ter atenção a cada detalhe para escrever algo que faço jus ao livro.
    A personagem principal é um pouco chatinha no início, encontrei algumas características dela que também  tenho para com os pais, mas acho que o objetivo todo é ela ser dessa maneira. E todos nós ás vezes temos dessa de sermos chatos em determinados momentos. Acho que no decorrer do livro ela amadurecerá com as situações.
    Gente, em tão pouco eu já tenho tantas suspeitas, fiquei bastante curiosa, quero ler mais, quero saber se estou certa; acabou tão rapidinho e fiquei com vontade de ler mais. Realmente!!
Não conheço o autor, tinha visto a capa do livro dele sendo divulgada por aí, mas nunca tinha parado para analisar de verdade. A capa é arrasadora. A Arwen sempre lacra nesse quesito.  O Paulo já tem muitos pontos comigo por causa da estória e principalmente por sua escrita. A fluidez e o desenvolvimento da mesma sempre é o que prezo e o que mais me chama a atenção.

Sobre o Autor| Paulo Henrique Bragança, natural do interior de Minas Gerais, desde que aprendeu a ler não largou mais os livros. Começou sua carreira literária escrevendo resenhas e contos no blog Estante Jovem e após boa aceitação de seus contos resolveu arriscar-se em uma aventura maior.“Lexus”, seu primeiro filho literário, será publicado em breve pela Editora Arwen. E claro, não pensa em parar por aí.

Contos publicados em Antologias:
Conto de Um Natal Sem Luz – Editora Ixtlan
Paralelos – Editora InVersos
Sombras e Desejos – Editora Ixlan
Noites Sombria – Darda Editora
E-mail: paulohenriquebraganca@gmail.com
O que acharam do livro e as impressões?! Contem-me!
Beijin, people...
Share with the world:

29 comentários:

  1. Oi Alana, eu não conhecia o livro ainda, mas pelas suas primeiras impressões ele parece ser bem do jeitinho que eu gosto, eu amei a trama e parece muito envolvente. Só posso dizer que estou louca para ter uma oportunidade de conferir!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  2. JÁ ESTOU MEGA CURIOSA COM O LIVRO,
    só as primeiras impressões foram suficientes para despertar meu interesse, quando o vocabulário é rico qualquer leitura flui!
    Beijinhos,
    Karine!

    Conheça-me: Lendo no Inverno

    ResponderExcluir
  3. hahaha... ri demais de você falando que faz um monte de careta enquanto escreve e ficou imaginando como o autor estava enquanto escrevia... tá aí uma coisa que eu nunca fiz... rs... Que bom que só 17 páginas conseguiram te deixar tão animada, eu não leria mesmo com toda a sua empolgação, mas apenas porque tenho verdadeiro pânico de zumbis. Adorei a explicação do nome da cidade!

    Beijo.

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  4. Olá Alana, tudo bem contigo ???
    Assim como você, eu também "gosto de gostar de nacionais" !!! Esse ano foi um ano muito bom para mim, tive a oportunidade de ler ótimos livros nacionais, e confesso que estou me esforçando para inserir mais da literatura nacional nas minhas listinhas e nas minhas aquisições. Ainda posso melhorar, mas para alguém que praticamente só lia livros de fora, o pouco que li esse ano já é um ótimo começo !!! *-*
    Não conhecia esse livro, mas uma palavrinha na sua resenha fez meus olhos brilharem, assim que vi que o livro teria zumbis na história, eu fui ao delírio !!! Já quero ler esse livro pra ontem !!!

    Beijinhos
    Hear the Bells

    ResponderExcluir
  5. Oi, não conhecia esse livro e fiquei curiosa também, gosto muto dos nacionais como você e vou aguardar a sua resenha completa para saber mais e ver se realmente irei ler.

    bjs

    ResponderExcluir
  6. Oi Alana! Não conhecia esse livro e gostei bastante dessa primeira impressão. Valorizo muito os livros nacionais e espero poder ler a resenha logo, beijos!

    http://livrosepergaminhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. OMGG! QUE LIVRO É ESSE? TÔ APAIXONADA AQUI!
    Amo nacionais e esse enredo me deixou muitooo curiosa!
    Quero logo ler sua resenha sobra a obra completa, flor haha e também estou louca para ler o enredo !
    Beijinhos!E parabéns pelo post!
    Alê
    http://thebestwordsbr.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Alana, sua linda, tudo bem
    Assim que li você comentando sobre a cidade dela, e depois colocando o trecho do significado, eu pensei: nessa cidade perfeita, algo vai acontecer!!!! E por se tratar de zumbis, o que vai acontecer não é bom, risos... Fiquei bem curiosa, o livro parece ser muito bom. Dica anotada.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá Alana,
    Que bacana seu post. Vi as primeiras impressões da Thamiris e fiquei com vontade de ler esse livro, mesmo a personagem sendo um pouco chata no começo.
    Acho legal quando um autor consegue das as nuances certas para uma personagem. É difícil um homem escrever sobre uma mulher e vice-versa pois eles não possuem essa perspectiva.
    Espero que você tenha a oportunidade de ler integralmente.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  10. fiquei extremamente curiosa :D e também faço umas reviews de vez em quando nas minhas Crónicas de uma Leitora Compulsiva :)

    ResponderExcluir
  11. Ai gente.... Como não gostar de um livro com uma cidade chamada Campos Elíseos? Já amo.
    E suas impressões foram bem esclarecedoras. Apesar de ter lido somente os dois capítulos, vc meio que já desfiou como pode ser o restante do livro! Menina danada vc, viu...Rs!
    Quero ler! Fim.
    kkkkkkkkkk

    Beijos!
    Fabi Carvalhais
    pausaparapitacos.blogspot.com.br - @pausaparapitacos

    ResponderExcluir
  12. Não conhecia o livro, mas vou tentar encaixá-lo em minhas próximas leituras.

    Estou seguindo seu blog, pode dar uma passadinha no meu? Beijos
    http://sacoliterario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Já conhecia o livro pela capa, mas nunca tinha lido na sobre ele; não que eu me lembre, ao menos. Gostei bastante da premissa. Vou querer lê-lo.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do top comentarista de novembro. Você pode ganhar um livro incrível!

    ResponderExcluir
  14. Oi Alana, tudo bem?
    Bom, eu adoro saber de livros brasileiros novos e também adoro livros de zumbis.
    Acabei de sair de um que me tocou muito e adorei saber que tem mais um me esperando hahaha
    A temática parece ser boa e pelo que você disse, a escrita do autor não deixa nada a desejar. Entrou para a minha Wish List :)
    Adorei o post!
    Beijos

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  15. Olá!!

    Eu não conhecia esse livro!! Me interessei! É o tipo de leitura que eu gosto! tem zumbis, me chama!!
    Eu queria ver a capa do livro, já tem? Vou procurar!!
    Parabéns por divulgar autores nacionais, eu tb amo eles!!

    Bjus
    Blog Fundo Falso

    ResponderExcluir
  16. Oi, Alana!

    Primeiro, muito obrigado pelo espaço no seu blog e o carinho dedicado a literatura nacional.
    Amei sua "resenha", tanto que estou me segurando para não lhe contar alguns pontos que você levantou. E moça, achei que era só eu que tinha esses ataques quando estou escrevendo kkkkkk. É exatamente como você descreveu, e ainda tenho uma mania de morder a gola da camiseta... sim, escritores não são normais hehe.

    Muito obrigado mesmo!

    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  17. Oi
    Esse parece ser um livro bem interessante, estou com as primeiras impressões dele
    para ler aqui, vou ver se leio hoje e espero gostar como você.

    http://momentocrivelli.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Não conhecia nem o autor, nem a obra. Mas suas impressões e o plot me deixaram curiosa, espero poder lê-lo um dia desses também.

    ;D
    Profissão: Leitora

    ResponderExcluir
  19. Oii Alana!
    Sou uma grande fã de mitologia e sempre quando vejo algum livro que envolve essa temática corro para ler e fiquei me peguntando porque cargas d'água nunca associei o nome dessa cidade com a mitologia?!
    Essa é a segunda resenha que leio sobre Lexus e é a mais completa, haha, já tinha ficado bastante interessada com a história quando li a primeira resenha e agora fiquei mais ainda, ainda mais por ter um inicio de apocalipse zumbi no Brasil porque essas coisas geralmente começam nos State da vida, né? E também bem curiosa pra saber como essa trama vai se desenrolar
    Estante de uma Fangirl

    ResponderExcluir
  20. Oi! Confesso que é difícil eu pegar um oi dois capítulos de um livro para dar as primeiras impressões. Nesses casos prefiro muito mais ler resenhas do que acabar começar a ler e ficar querendo mais. :(
    Adorei a premissa dessa obra e fiquei bastante curiosa em relação a ele. Semf alar que adoro ~zumbis.
    Beijos
    SIL ~ Estilhaçando Livros

    ResponderExcluir
  21. Oieeee, nossa você leu bem pouco e já teve tudo isto de impressão?Isto foi gostar mesmo da coisa! realmente a sinopse do livro dá a perceber que a história é boa, tipo algo apocalíptico né. Não sou muito ligada em coisas de mitologia e tendo a não me interessar, mas do jeito que você colocou parece imperdível!

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  22. Olá, Alana.
    Eu ainda não conhecia esse livro e não sei se me interessei. Achei muito pouco o que você conseguiu falar da história, afinal foram dois capítulos só né? Mas vou esperar resenhas do livro inteiro para ver se quero ler ou não. Mas que bom que você já gostou hehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  23. Olá, Alana. Me identifiquei com sua frase "eu gosto de gostar de nacionais". Amo ler livros nacionais, com certeza são os melhores. Adorei a premissa desse livro e achei esse banner interessante. Fico feliz que tenha gostado dos dois primeiros capítulos, já é alguma coisa, rs.
    Beijo,
    http://www.pactoliterario.com/

    ResponderExcluir
  24. Olá,
    É engraçado que às vezes reclamamos de certas protagonistas, mas depois quando vamos parar pra pensar elas possuem características nossas que não gostamos em nós mesmos. É incrivel, às vezes me pego julgando uma personalidade e, depois, quando paro pra pensar, chego a conclusão de que já agi como ela.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. Oi, Alana!
    Não se preocupe que você não é a única a fazer caretas quando lê. Eu vivo fazendo isso também hahaahhah
    Gente, curti muito a premissa da história. Com esse babado de festa, me lembrou This Is Apocalipse.
    Agora, quero ler todo o livro pra saber como vai terminar
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  26. Oii, tudo bem?
    Eu confesso que não sou muito fã de livros de Zumbis, porém esse me chamou a atenção, a historia parece ser diferente das que eu estou acostumada. Vou pesquisar mais do livro :)

    ResponderExcluir
  27. Oi Alana,
    Que bacana você ter lido, hehe!
    Também achei legal a explicação sobre o nome da cidade. E acredito muito no amadurecimento da Bia, aliás, estou bastante curiosa quanto a isso. Na verdade, estou curiosa quanto a tudo, você deve ter percebido.

    Historiar


    ResponderExcluir
  28. Oii Alana, Tudo bem?
    Não conhecia o autor nem o livro mas me interessei bastante! Ainda mais por se tratar de zumbis e ser de um autor nacional *-* Fico muito feliz em saber que a literatura nacional está sendo cada vez mais valorizada!!
    Adorei seu blog, já estou seguindo! Depois dá uma passadinha lá no meu para conhecer! :)
    Beijos,
    Isa – Night Phoenix Books

    ResponderExcluir

 
Designed by Beautifully Chaotic