15 de julho de 2015

Resenha | Jurassic World - O Mundo dos Dinossauros

    
 
        Helloo people...      

    Hoje trago uma nova resenha de filme (acho que estou me acostumando com isso ahaha). Meio que atrasada né porque logo, logo Jurassic vai sair do cinema. Mas como eu disse, eu gosto muito de ficar em casa escrevendo meus livros e assistindo séries. Segunda foi o aniversário das minhas irmãs gêmeas bizarras e nós fomos para o cinema. Todo mundo estava querendo assistir cidades de papel, é claro. Não porque sou fã do John Green nem nada desse tipo, eu só li o livro e por isso acredito que deveria assistir ao filme. Não que eu tenha gostado do livro, na verdade eu detestei, mas pensei que o filme seria melhor. No entanto, ao chegar ao cinema mudei os planos porque eu não iria assistir filme dublado de jeito nenhum. Ainda mais com a dublagem ridícula da Cara que tem no trailer. Fala sério!

     E então o filme começa (na verdade teve os trailers primeiro, é claro, eu gosto dos trailers que antecedem o filme) e eu piro com as imagens lindas. Genteee, a natureza é muito fofa, apesar dos dinossauros eu quis ir para o parque. Realmente consegui me ver lá dentro, é claro que eu tinha o pensamento positivo de que se eu fosse os dinossauros não iriam endoidar.
Assisti aos outros Jurassic’s quando era pequena então não lembro de muita coisa, ou seja, críticos que porventura não gostaram e prefere os antigos relevem e me deixem apreciar o bom filme que assisti.

     A primeira coisa que tenho a dizer é que esse filme é hilário. Todo parque e ambientação em que os dinossauros são submetidos é bem equipada e crível. O filme todo se desenrola na perspectiva de aumentar o público do parque visto que o número de visitantes vem caindo e as crianças parecem não temer mais essas coisas. Em decorrência desse problema os cientistas junto com o dono do parque decidem criar um novo dinossauro geneticamente modificado. Mas algo dá errado e com a nova atração a solta as pessoas precisam correr bastante para se salvar da fera.


    A produção de Steven Spielberg é bem desenvolvida, é claro que há os seus clichês, mas o elenco trouxe grandes atuações e um carisma sem medidas. A trama centra em Claire Dearing, uma tia que não vê seus sobrinhos, Zach e Gray, a pelo menos sete anos, por causa do seu trabalho de chefe de operações do parque. Os pais de Zach e Gray estão em crise no casamento e um momento de diversão para os meninos, “em família” com a sua tia é o que Karen, a mãe dos garotos, conta.

    Owen Grady é um ex-militar que vive na ilha e estuda os raptors. O ex-militar é convocado por Simon Masrani, proprietário do parque, para verificar o desenvolvimento da nova atração do Jurassic World. E nessa checagem algo acontecerá. O dinossauro apresentará um comportamento que ninguém esperava e isso irá complicar tudo. O animal estará a solta pondo a vida de todos os visitantes, incluindo Zach e Gray, em grande risco. Claire terá que pôr as diferenças que tem com Owen de lado para salvar os seus sobrinhos.



     O filme todo é cheio de ação, morte de dinossauros, efeitos especiais incríveis, atuações impecáveis, muita tensão (eu levei muitos sustos com as aparições repentinas dos dinossauros) e adrenalina.

Sinopse:

    22 anos após os acontecimentos de Jurassic Park, na Ilha Nublar, o parque está aberto. Um novo parque de dinossauros realizou o sonho de John Hammond (Richard Attenborough). O lugar é chamado de "Jurassic World", e é administrado pelo bilionário Simon Masrani (Irrfan Khan), dono da empresa Masrani Global, que comprou a InGen após os incidentes envolvendo as ilhas Sorna e Nublar. Este novo parque foi fundado ao lado do antigo parque,o Jurassic Park.Durante 10 anos, o novo parque é um sucesso, mas uma queda de público começa a incomodar os acionistas da Masrani. Enquanto o ex-militar Owen Grady (Chris Pratt) conduz uma pesquisa comportamental com os Velociraptors, a equipe de geneticistas do parque liderada pelo Dr. Henry Wu (B.D. Wong) e coordenada pela gerente de operações Claire Dearing (Bryce Dallas Howard) resolve criar uma nova atração, algo que traga de volta o interesse do público. A criação é um dinossauro híbrido que mistura os DNAs do Carnotaurus, do Majungasaurus, do Rugops e do Giganotosaurus, Tiranossauro Rex e Velociraptor, além do DNA de alguns animais modernos. É o Indominus rex. Depois de um tempo em contenção, o novo dinossauro consegue escapar de seu cercado, e essa fuga em meio a milhares de visitantes força a equipe do parque a tomar medidas extremas para evitar um desastre de proporções catastróficas e então caos e desordem se espalham pelo parque.

Trailer:

 

4 comentários:

  1. Oi Alana! Minha primeira vez aqui!
    Amo Jurassic Park, mas também só assistia quando era criança, então não lembro muito também (mas lembro que eu amava :3). E, como não pôde deixar de acontecer, amei Jurassic World (com certeza, seria melhor que a Disney *-*). Como você eu também conseguia me imaginar lá. Achei tão fofos os raptores (fiquei muito triste quando três deles morrem, fiquei tipo: morte ao Indominus rex *pegando a tocha*).
    Ótima resenha! Passou tudo o que eu senti com o filme, adorei!

    http://estantedeumafangirl.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hellooo Daniele!
      Muito legal o teu comentário, pensei a mesma coisa sobre: morte ao Indominus Rex. E seria mesmo melhor que a Disney ahahah!! *-*
      Obrigada por passar aqui (já visitei o teu blog também, dear, e enfrentei o mesmo problema que você com toda a coisa de HTML do Terror). Congrats!!

      Beijin *-*

      Excluir
  2. Oii Alana!
    HTML é o terror! Nunca vou entender como algumas pessoas fazem faculdade/curso disso, se bem que vem a calhar saber algumas coisas quando se está fazendo um blog, apanhei muito tentando melhorar o layout do meu (e ainda estou apanhando pra variar '¬¬), mas eu tenho fé no meu cérebro!
    Beijos :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkk é verdade! Eu não acho legal para mim, mas as vezes penso que seria massa saber por causa do blog! Eu criei um blog teste antes de fazer esse. Passei dois dias ajeitando e ajeitando, mas no fim consegui o que queria!! *-*

      Excluir